Saiba mais sobre implantes alienígenas

Este Raio-X mostra um implante alienígena que teria sido removido da espinha de um homem.
Este Raio-X mostra um implante alienígena que teria sido removido da espinha de um homem.

Quantas pessoas sabem das últimas descobertas (provas físicas) de implantes extraterrestres? A partir da pesquisa do cirurgião podiátrico,Roger Leir(recém falecido), cientista de materiais químicos (e especialistas tecnológicos de nano tubos) Steve Colbern e o físico Robert Koontz.

Os Implantes alienígenas Greys são um fenômeno mundial, ou talvez por zonas localizadas, mas em muitos casos eles são fisicamente detectáveis. Você já notou um objeto estranho depois de um sonho estranho ou paralisia do sono? Pois saiba que implantes alienígenas reais já foram encontrados.

De que são feitos? Muitas vezes “Meteoric Ferro” (com isótopos não-terrestres) com cobalto e quantidades significativas de irídio. Eles têm razões isotópicas que não ocorrem naturalmente na Terra. Um era de uma classe de meteoritos de ferro-níquel chamados hexahedrites. Especulativamente: isótopos mais pesados e ​​podem ter sido formados perto do núcleo galáctico e ou devido à supernovas.

Eles são normalmente irregulares e cobertos com uma casca oleosa e um  revestimento duro que impede a rejeição do corpo. Não produzem resposta imunológica. O tecido biológico cresce a partir do metal. Isto foi visto com EDX Microscopia Eletrônica.

Alguns dos implantes emitem sinais de rádio FM de radiação eletromagnética antes da remoção de frequências relacionadas com escalares de 93 MHz, 15 MHz, até mesmo uma frequência utilizada nas comunicações de satélites espaciais. Parecem ter um revestimento de superfície, sensível ao fônons, a fim de retransmitir ondas sonoras. Se você quebrá-los, eles se remontam (Bob Koontz). Há eletrônica de nano tubos de carbono nesses dispositivos não encontrados na natureza (Steve Colbern). Eles parecem ser nano tubos de parede simples. Steve Colbern, cientista químico material, nano-técnico  diz que é tecnologia muito avançada para a Terra (e possivelmente encoberta na Terra). Roger Leir menciona que eles são frequentemente encontrados em muitos lugares, não só superficialmente no corpo, mas também perto de ossos. As células nervosas se conectam aos dispositivos! Alguns dos objetos têm fortes campos magnéticos de mais de 10 milligauss.

Cerca de 15% dos abduzidos mostram significativa fluorescente, brilha na área da pele por até 1 mês (detectáveis ​​com UV-A, mas mais com UV-B e UV-C). Detectores de metais, raios-X e medidores de Gauss podem detectá-los no corpo. Mas é claro que com raios-X, é difícil localizá-los, as tomografias podem localizá-los com mais precisão.

Muitas vezes, não há sinais visíveis de entrada. Se os sinais de entrada são detectados logo após um evento de implante eles fecham-se e não deixam nenhuma marca em um dia ou dois. Cerca de 24 implantes já foram recuperados. Alguns têm rômbicas estruturas cristalinas regulares, orto de cloreto de sódio, que são retangulares e variam em tamanho (Steve Colbern). Talvez eles sejam usados ​​para gerar freqüências de rádio escalares (Bob Koontz). Muitas vezes, o cirurgião podiátrico, Roger Leir, tentou removê-los com aço cirúrgico, para evitar o uso do bisturi.

Se cerca de 2% da população dos EUA tem vários sinais de abdução é realmente um indicativo de que talvez o número de pessoas implantadas seja, relativamente falando, muito grande. Se isto é real. Quantas pessoas estão sendo implantadas ou monitoradas de outras maneiras por seres ETs não-cinzas?

NOTA ETs & ETc…: O dr. Roger Leir, infelizmente falecido recentemente, alertou que em alguns casos é possível descobrir se há um implante em seu corpo, passando próximo ao local suspeito, uma LUZ NEGRA. Alguns implantes fazem a pele fulgurar em contato com este tipo de iluminação. Outra coisa impressionante que o dr. Leir descobriu empiricamente em suas cirurgias, é que em alguns casos, um implante quando retirado do corpo do implantado e limpo, se desintegrava, simplesmente desaparecia. Para evitar que isso ocorresse mais vezes ele começou a adotar a seguinte prática: Retirava um pouco do sangue do implantado e colocava em um recipiente, depois retirava o implante e sem demora colocava-o no recipiente com o sangue do implantado. De alguma forma o implante, depois de um determinado tempo, fora do corpo do implantado(sem o contato com o seu sangue) se desintegrava. Já pensou que tecnologia é essa? Será que estão muito à nossa frente ???

.

.

.

Mais de 3.380 pessoas curtiram nossa Fan page no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube 🙂

Weslem

Contribuição:

Fonte: http://exonews.org/alien-implants-in-people-physical-characteristics-found-12/

Links ETs & ETc…:

Se você visitar nossa PÁGINA PRINCIPAL corre o risco de não querer sair do site. Pense bem antes de clicar.
[box type=”alert”] ATENÇÃO PARA AS REGRAS DOS COMENTÁRIOS – Não serão permitidas ofensas e palavras de baixo calão ou “gracinhas” ofensivas ao tema ou as pessoas. Antes de criticar as postagens do Blog, leia nossa política. Você pode criticar as postagens à vontade, desde que seja com educação. Caso contrário, seu comentário não será publicado e havendo persistência, será banido dos comentários. Obrigado pela compreensão.[/box]

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

10 thoughts on “Saiba mais sobre implantes alienígenas

  • 15/04/2014 em 00:30
    Permalink

    Cara esse assunto implantes é realmente perturbador . Acho que foi através deles que criaram esses chips que localizam veiculos , aviões , barcos e mesmo pessoas . muito da tecnologia que dispomos hoje vem dos aliens inclusive os microondas .

    Resposta
    • 21/04/2014 em 22:14
      Permalink

      Infelizmente, neste caso as micro-ondas nada têm a ver com tecnologias extraterrestres.
      As micro-ondas foram “descobertas” acidentalmente por Percy Spencer em 1945 quando ele trabalhava nos magnetrons dos radares.
      Pode pesquisar na net para conhecer essa historia.

      Resposta
      • 21/04/2014 em 22:40
        Permalink

        isso não pode ser uma “desculpa”, por cientistas ligados ao governo???

        Resposta
        • 21/04/2014 em 23:58
          Permalink

          Pois, essa desculpa serve para tudo.
          Mas vejamos, nesse tempo ainda não tinha havido realmente nenhum grande caso ovniológico. Ele aconteceu em 1947 e nessa altura sim, apareceram algumas tecnologias que podemos dizer que podem ter resultado da engenharia inversa.

          Mas como disse, esse tipo de argumentação é o que habitualmente é utilizado quando se pretende ligar algum avanço na nossa tecnologia com a presença ET na Terra.
          Claro que há sempre uma possibilidade, mas …

          Resposta
  • 21/04/2014 em 12:10
    Permalink

    O humano e um animal que pensa . Evoluímos do macaco ? Ou foi deus que nos criou ? E ETs ! E difícil em que e no que acreditar.

    Resposta
  • 21/04/2014 em 23:00
    Permalink

    Embora acredite nesta questão dos implantes na imagem colocada há pormenores que me fazem alguma confusão.

    Nomeadamente:
    1 – Como é que esse objecto foi retirado da “espinha” (coluna vertebral) do individuo sem o paralisar? Melhor, como é que esse objecto, que não é assim tão pequeno como isso, estava incrustado na sua coluna e não originou nem limitações de movimentos (relativamente ao movimento das vertebras), sem paralisia ou dor?
    2 – Numa radiografia, os objectos apresentam-se SEMPRE uma cor branca e não tons cinzentos (claro e escuro) como é apresentado nesta imagem (e por favor não me digam que se trata de uma imagem ilustrativa.
    3 – Para acabar, há que refira que este objecto é muito parecido com parte de termostatos de carros antigos (fui verificar no Google e… há algumas semelhanças)…

    Mas há que ter em consideração que nem todos os implantes deste tipo (aqueles que aparecem sem que o seu hospedeiro saiba) podem ser de origem extraterrestre. Não nos podemos esquecer da questão MILAB.

    Já agora, seria interessante lerem as alegações de fraude e de desmascaramento que recaem sobre o dr. Roger Leir.
    Se queremos a verdade há que a procurar e investigar sob todos os pontos de vista e não apenas sob o NOSSO ponto de vista.

    Resposta
  • 26/04/2014 em 12:21
    Permalink

    "há mais mistérios entre os céus e aterra do que nóssa vã filosofia é capaz de imaginar."

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/etseetc/public_html/wp-includes/functions.php on line 5279