Planeta pode ter sido encontrado dentro de nosso Sistema Solar

Orbe maior do que Júpiter possivelmente descoberto em nossa vizinhança

Parece realmente cada dia mais nítido que a raça humana está muito longe de compreender o que há lá fora, pois mal conhecemos o nosso próprio planeta e muito menos o Sistema em que vivemos. O noticiário Daily Mail publicou no dia 14 de fevereiro que cientistas suspeitam ter encontrado um novo planeta nos confins do Sistema Solar, com quatro vezes a massa de Júpiter. A sua órbita seria milhares de vezes mais longe do Sol do que a da Terra, razão pela qual ainda não tinha sido descoberto. Dados que poderiam provar a existência de Tyche (nome provisório dado ao planeta), um gigante gasoso na parte exterior da nuvem de Oort, serão disponibilizados posteriormente, embora alguns acreditem que as provas já foram agregadas pela Agência Espacial Norte-Americana (NASA), por intermédio do seu telescópio Wise. O professor Daniel Whitmire, da Universidade de Louisiana, em Lafayette (EUA), acredita que os dados poderão vir a provar a existência de Tyche dentro de dois anos. Ele diz que o planeta deve ser principalmente constituído de hidrogênio e hélio, com uma atmosfera similar à de Júpiter, ou seja, com manchas, anéis e nuvens.  Espera-se que tenha luas, porque todos os outros orbes externos as têm. Também acha que seja tão grande que possui uma temperatura elevada, remanescente de sua origem, que a faz mais elevada do que nos demais. Os professores Whitmire e Matese sugeriram a existência de Tyche devido aos ângulos que os cometas estavam chegando até nossa região. Se confirmado, o status e o nome do novo planeta, o qual seria o nono e potencialmente o  maior de nosso Sistema Solar, teria que ser concordado pela União Astronômica Internacional. Atualmente chamado de Tyche, em referência à deusa grega que governou o destino de uma cidade, provavelmente terá que mudar de nome.


Fonte: Portal UFO e OvniHoje

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *