Humanoide do Atacama por ETs & ETc…

Assisti ao documentário Sírius, no mesmo dia em que foi lançado e achei muito interessante. Falando especificamente do humanoide apresentado no documentário, um ser de 15 centímetros encontrado no deserto do Atacama no Chile, devo dizer que é muito intrigante. No documentário é dito que o DNA expoe algo humano, pelo menos da forma que os cientistas olharam para esse DNA, isso fica claro no documentário. 


Sim, porque estes cientistas não encontraram nenhuma mutação, como nanismo por exemplo, que pudesse justificar uma altura de 15 cm para este ser. Ainda segundo os cientistas esta criatura viveu de 6 a 8 anos, respirando, alimentando, metabolizando e sem viver em um ambiente com cuidados médicos avançados. Não há também na criatura, indícios de doenças que pudessem causar um envelhecimento precoce que viesse a justificar sua idade de 6 a 8 anos. 

Inscreva-se no nosso canal no Youtube 🙂
O fato do humanoide possuir um crânio desproporcional, 10 pares de costelas, quando humanos possuem 12 pares , deixa o caso ainda mais misterioso, pois não há mutações ligadas a isso. No documentário fica claro que a resposta para o DNA da criatura não está pronta, no entanto a mídia se apressou em taxar categoricamente que a criatura é humana, mas não explicam as diferenças gritantes existentes entre o humanoide e os humanos. Agora eu pergunto a vocês, com um DNA tão próximo ao humano, esta criatura pode ser um ET?


Eu sinceramente acho que sim, sabemos que o DNA de um chimpanzé é 99% igual ao de um ser humano, no entanto é outra espécie, a qual possui diferenças físicas, orgânicas e intelectuais muito importantes. O humanoide em questão parece estar um pouco mais próximo dos humanos que os chimpanzés, mas mesmo assim apresenta grandes diferenças orgânicas, sendo assim pode se caracterizar como uma outra espécie, ou será que você consegue conceber um ser humano de 15 centímetros de altura, crânio grande, órbitas oculares grandes e 10 pares de costelas? Imaginem com qual tamanho esta criatura nasceu. 

Dentro deste contexto, podemos ir mais longe e pensar: Será que a criatura é parecida conosco, ou nós é que somos parecidos com ela? Quem é mais antigo neste universo? Será que nós não fomos criados à sua imagem e semelhança? Será que nós não somos uma mistura de raças, executada por nossos irmãos mais velhos? Como veem há mais perguntas do que respostas, mas só de sabermos que há uma criatura tão diferente e ao mesmo tempo tão próxima a nós, sendo encontrada no nosso planeta, podemos imaginar o quão rica deve ser a diversidade de vidas espalhadas pelo universo. Não estamos sozinhos…


PS: Já pensou em um ser de 15cm pilotando uma nave de 1 metro de diâmetro? É bom pensar, a existência de um ser inteligente com esta estatura está comprovada. Levanto a questão, pois ao saber da existência da criatura, pensei imediatamente: Será que estas sondas, normalmente com cerca de 1 metro de diâmetro, as quais são filmadas no mundo todo, poderiam ser tripuladas por seres como estes? É algo que parece ultrapassar a ficção e que pode, agora, ser perfeitamente natural.

 

 
Fonte: Sírius Movie 
 
 



Links ETs & ETc…:

Facebook
Twitter
Youtube
Se você visitar nossa PÁGINA PRINCIPAL corre o risco de não querer sair do site. Pense bem antes de clicar
 
Por WeslemATENÇÃO PARA AS REGRAS DOS COMENTÁRIOS:Não serão permitidas ofensas e palavras de baixo calão ou “gracinhas” ofensivas ao tema ou as pessoas. Antes de criticar as postagens do Blog, leia nossa política na página principal, você pode criticar as postagens à vontade, desde que seja com educação, caso contrário seu comentário não será publicado, persistindo será banido dos comentários. Obrigado pela compreensão.

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *