Da série: Imagens de OVNIs em plena era da reprodutibilidade técnica

Os ETs tem que se apresentarem logo. Se não dava pra confiar em mais de 90% dos vídeos ou fotografias de OVNIs que rondam por aí, agora é que a coisa agravou ainda mais. Não dá pra confiar em mais nada, apenas em nossos olhos quando tivermos algum contato. Ainda bem que eu já tive e sei que o fenômeno UFO é real. Vejam:


Software insere sem problemas novos objetos em imagens existentes…

A ferramenta, de simples programação, pode construir um modelo de uma cena em uma imagem bidimensional e inserir um objeto sintético de aparência realista para ela. Ao contrário de outros programas de realidade aumentada, ele não usa nenhum tags, adereços ou scanners a laser para modelar a geometria de uma cena – só um pequeno número de marcadores e contas para a iluminação e profundidade. O resultado é uma cena aumentada com perspectiva correta, que parece tão realista que os verificadores não conseguiram distinguir entre uma cena original e uma modificada. 

Kevin Karsch, Varsha Hedau, David Forsyth e Derek Hoiem da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign desenvolveram um algoritmo de nova composição de imagem para gerar um modelo de iluminação precisa.”Ele usa a geometria para construir, sobre luzes existentes, estimativa de métodos, e pode funcionar com qualquer tipo de software de renderização”, explicaram os pesquisadores. 

Funciona por decomposição da geometria da cena e profundidade de campo, então determina o quanto de iluminação geral da mesma é um resultado de reflexão (albedo) e quanto diretamente emana de luminárias. Isso fornece parâmetros de luz que podem ser transpostos para um objeto inserido. A equipe desenvolveu algoritmos para iluminação interior e de fontes de luz externa, tipicamente “eixos” de luz do Sol. 

Com apenas uma única imagem e algumas anotações por um usuário, o programa cria um modelo físico de uma cena, como demonstrado no vídeo abaixo:



Para testar quão bem ele trabalhou, Karsch et al. mostrou para alguns participantes do estudo uma série de imagens – algumas sem objetos sintéticos e outras com objetos sintéticos inseridos numa de três maneiras: um método existente de derivações de luz, seu novo algoritmo com um modelo simplificado de iluminação, e seu novo algoritmo em toda sua glória de luz de modelagem. Os participantes tinham boa noção de ciências da computação ou fundos gráficos. 

“Surpreendentemente, os indivíduos tiveram maior dificuldade de identificar a imagem real conforme o estudo progredia”, explicaram os autores em um artigo descrevendo seu método. “Estes resultados indicam que as pessoas não são boas em diferenciar o real a partir de imagens sintéticas, e que nosso método é o estado desta arte”. 

O método poderia ser usado para jogos de vídeo, filmes, decoração ou outros [Em nosso caso específico, fakes com UFOs!]. O trabalho está programado para ser apresentado na SIGGRAPH Asia 2011 em Hong Kong. (Rebecca Boyle/PopSci)


Fonte: Portal UFO
Contribuição: Paulo Poian

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

2 thoughts on “Da série: Imagens de OVNIs em plena era da reprodutibilidade técnica

  • 26/10/2011 em 10:05
    Permalink

    O.O…cara….não vai dar para acreditar em mais fotos e vídeos mesmo !!!

    Acho que só naqueles que são gravados em películas, mas mesmo assim ainda tem como falsificar elas !

    Esse avanço tecnológico por um certo lado é bom, somente para o entreterimento, mas para a área ufóloga é um verdadeiro desastre !

    Cada vez mais nosso trabalho está sendo dificultado !

    Vai acabar sendo assim, em um futuro bem próximo: Somente terá credibilidade os acontecimentos relatados por pessoas da área ufóloga de muito boa índole!

    Infelizmente !

    Boa sorte a nós que já vivemos (ao vivo) e cremos naquilo que muitos hoje brincam e zombam por não, na maioria delas, quererem sair do comodismo e terem medo de mudar !

    Resposta
  • 26/10/2011 em 14:03
    Permalink

    Agora ficou mais facil pros palhaços que adoram faser FAKE sobre UFOS =/

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/etseetc/public_html/wp-includes/functions.php on line 5275