Cientistas Criam Modelo Matemático para Máquina do Tempo

A possibilidade de se viajar no tempo é uma das obsessões mais fortes dentro da comunidade devota da ciência ficcional.

Em distintas ocasiões tem se tentado comprovar a sua possibilidade, sem tanto êxito, mas agora uma dupla de cientistas, com muito tempo livre e amor pela cultura pop, tem desenvolvido um modelo matemático que faz a viagem no tempo ser possível, ao menos no campo dos números.

O TARDIS é um navio de ficção espaço-temporal que faz parte do Doutor ciência série de ficção britânico que, tem uma forma icônica de cabine da polícia britânica na década de sessenta, e é lembrado por ser muito maior no interior do por fora.
O TARDIS é uma nave de ficção espaço-temporal que faz parte da série “Doutor Who”, série de ficção britânica que, tem uma forma icônica de cabine da polícia britânica, na década de sessenta, e é lembrada por ser muito maior no interior do que por fora.

Os investigadores Ben Tippett e David Tsang da Universidade da Columbia Britânica, publicaram o documento oficial do seu último projeto, onde formulam um modelo para uma hipotética máquina do tempo, sob o nome de Traversable Acausal Retrograde Domain in Space-time, de sigla TARDIS, como a nave/cabine telefônica de Doctor Who.

Na entrevista dada à Science Daily, Tippet assinala que seu documento não se enfoca no desenvolvimento de uma máquina como esta da série da BBC, nem no automóvel do doutor Brow em De Volta para o de-volta-para-o-futuroFuturo, mas sim busca comprovar matematicamente, a partir das teorias da relatividade de Einstein, que sim, é possível viajar para trás e para adiante no tempo e espaço, tal como interpretado por um observador externo.

“As pessoas pensam em viagem no tempo como algo de ficção, e tendem a pensar que não é possível, porque realmente nós não fazemos. Mas, matematicamente, sim é possível”, explica o cientista. “Há evidências que demonstram que quanto mais perto de um buraco negro, mais devagar o tempo passa. Meu modelo de uma máquina do tempo usa o espaço-tempo curvado, para dobrar o tempo em forma circular, não em linha reta. Esse círculo permite viajar no tempo.” Tippett e Tsang sustentam que a curvatura do viaje-tiempo-tardisespaço-tempo teoricamente permite aos passageiros (isolados em uma caixa) viajarem em um “círculo” de tempo ao invés de uma linha reta de passado a futuro.

O modelo matemático faria possível a viagem, em teoria, mas não há materiais com as propriedades para tentar sua comprovação com buracos negros.

Fontes: Mystery PlanetScience Daily.

 

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/etseetc/public_html/wp-includes/functions.php on line 5279