Astrônomos avistam “OVNIs Cósmicos” e “OVNIs Fantasmas” por todo céu da Ukrânia

Tá muito barato! Entre em contato…

Astrônomos ucranianos dizem que o céu do país está tomado não apenas por mísseis russos, mas também por um grande número de óvnis (objetos voadores não identificados). Dezenas de imagens foram registradas por duas estações de monitoramento de meteoros
Astrônomos ucranianos dizem que o céu do país está tomado não apenas por mísseis russos, mas também por um grande número de óvnis (objetos voadores não identificados, ou UFOs, na sigla em inglês). Não estamos falando de fenômenos alienígenas, mas de avistamentos sem explicação — que podem significar, por exemplo, novas tecnologias de guerra ainda não conhecidas pelo mundo.

Dezenas de imagens foram registradas por duas estações de monitoramento de meteoros, em Kiev e na vila de Vinarivka, a 120km da capital. “Nós os vemos por toda parte. Observamos um número significativo de objetos cuja natureza não está clara”, escreveram os pesquisadores em um artigo da Academia Nacional de Ciências da Ucrânia.

Os cientistas classificaram os óvnis em dois tipos: “cósmicos” (brilhantes) e “fantasmas” (escuros). O cósmico é um objeto que aparece mais luminoso do que o céu, mesmo durante o dia, enquanto o fantasma é “completamente preto, que não emite luz e absorve toda a radiação que incide sobre ele.”

Veja um breve explicação de um astrônomo amador e astrofotógrafo brasileiro:

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2022/09/25/astronomosdizem-que-ha-ovnispor-toda-parte-sobre-a-ucrania.htm

A principal característica destes óvnis ucranianos é uma velocidade extremamente alta. “Detectamos voos de um, grupos e esquadrões, movendo-se a velocidades de 3 a 15 graus por segundo.” Fantasmas foram observados na troposfera “a distâncias de até 10 a 12 km. Estimamos seu tamanho de 3 a 12 metros e velocidades de até 15 km/s.”

Tá muito barato! Entre em contato…

Por isso, só podem ser detectados por equipamentos especializados. “O olho humano não consegue focar fenômenos que durem menos de um décimo de segundo”, diz o estudo. “Leva quatro décimos para reconhecermos um evento”. Registros comuns de fotos e vídeos também não capturam estes óvnis. “Para detectá-los, é preciso ajustar o equipamento: velocidade do obturador, taxa de quadros, e alcance dinâmico.”

Usando câmeras de vídeo coloridas e ajustadas nas duas estações de observação de meteoros, os pesquisadores dizem ter sido capazes de gravar os objetos desconhecidos em zoom no céu.

A explicação mais óbvia é que estes objetos sejam modernos jatos, mísseis e outros itens bélicos — mas os astrônomos não especulam sobre sua natureza, nem fazem referência clara à guerra na Ucrânia, que já dura mais de sete meses. Os Estados Unidos há muito advertem que certos óvnis sejam equipamentos de ponta de militares estrangeiros, particularmente da China e da Rússia.
O artigo foi publicado, em fase de revisão dos pares, no repositório arXiv.

Weslem

Weslem Andrade é formado em Artes plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia. Virou pesquisador de Ufologia em 2001, após ter o que julga ser o seu principal avistamento ufológico. Tal experiência e engajamento em pesquisas, culminou com a criação do blog ETs & ETc..., em agosto de 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/etseetc/public_html/wp-includes/functions.php on line 5279