1

Conheça os Novos Agroglifos Recém Surgidos na Inglaterra

em agosto 10 | em Ciência, Contato Imediato, Mistério, Notícia | por | com No Comments

Compartilhe com seus amigos terráqueos

Pelo menos 3 novos agroglifos (crop circles), surgiram recentemente na Inglaterra, o ufólogo e editor da Revista UFO, Ademar Gevaerd, foi até os locais dos agroglifos pesquisar e registrar imagens. Confira o que ele escreveu à comunidade ufológica e veja a galeria de imagens:

Amigos, bom dia.
Minha equipe e eu pudemos examinar “in loco” três agroglifos aqui na Inglaterra nesta temporada. Lembro que a temporada vai de final de maio a começo de agosto, quando é época de plantio aqui, começando pela canola em maio, cevada em junho e trigo em julho, que é colhido até 15 de agosto.
.
Assim, quando os primeiros agroglifos surgem, é em plantações de canola, e são bem poucos. Eles aumentam mesmo na fase da cevada (usada para fazer cerveja) e “estouram” na fase do trigo (boa parte também para cerveja). Nestes dois últimos períodos é quando temos os melhores agroglifos, sendo que os de 01 a 15 de agosto, fim da temporada, costumam ser, mais nem sempre são, os mais bonitos e complexos.
.
Não foi o que ocorreu neste ano. Os primeiros agroglifos que pesquisamos “in loco” foram o de Highworth, relatado em 04 de agosto e que já vinha sendo pesquisado desde então, e o de Rollright Stones, semelhante ao anterior e inicialmente relatado em 05 de agosto. Em ambos estão presentes todas as características habituais que as figuras apresentam, como um padrão preciso que se repete sempre. Hoje voltaremos a Highworth. Ontem estivemos em Warwickshire.
.
Ele já está desde que descoberto, anteontem, 08 de agosto, no site abaixo e é descrito como tendo surgido em Caminho do Monarca, próximo de Wooton Wawen, em Warwickshire. Este agroglifo representou alguns problemas para nossa equipe investigá-lo. O primeiro foi que está a mais de duas horas de nossa base; o segundo foi encontrá-lo, uma tarefa árdua em um país que tem uma rede de estradinhas entre milhares de pequenos e médios campos de plantações.
.
Mas o terceiro foi pior problema: o proprietário da fazenda, Simon Hecksmith, proibiu terminantemente qualquer pessoa de entrar na plantação, alegando estará saturado de ter perdas financeiras com os pesquisadores e curiosos. A única possibilidade foi registrá-lo com o drone, a altitudes acima de 30 metros, pois abaixo disso o drone sofria algum tipo de interferência (talvez do próprio agroglifo) e a transmissão “quebrava”.
.
Foi o que fizemos, mas as melhores imagens foram a partir de 60 metros, aí totalmente sem interferência, mas com um drone sem zoom na câmera. Eis algumas fotos. Hoje o Gary King prometeu uma análise das imagens. Vamos ver.
.
VEJAM MAIS A RESPEITO DESTE AGROGLIFO AQUI:
http://cropcircleconnector.com/2017/monarch/monarch2017a.html
Abs, Gevaerd

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Comentários no Facebook

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1