emdrive

EmDrive: Documentos vazados da Nasa revelam que propulsor de micro-ondas, como o da série Star Trek, realmente funciona

em novembro 13 | em Astronomia, Ciência, Depoimentos, Mistério, Notícia, Vídeos | por | com 1 Comment

Compartilhe com seus amigos terráqueos

Um rascunho do artigo revisado sobre o EmDrive do Nasa Eaglework vaza para a internet

Por Mary-Ann Russon

7 de novembro de 2016 11:43

EmDrive: O que é, e como poderia mudar o mundo?

Um esboço da Nasa do artigo revisado sobre a controversa tecnologia de propulsão espacial, EmDrive, vazou na internet por uma fonte próxima ao Nasa Eaglework, mostrando que pesquisadores alcançaram uma força de 1.2 milinewtons por kilowat no vácuo após erros de medição terem sido corrigidos.

(Atualizando: Corrida espacial revelada: Estados Unidos e China testam o futurístico EmDrive no Tiangong-2 e no misterioso avião X-37B)

O documento foi vazado do fórum Nasa Spaceflight no sábado 5 de novembro por um fã australiano do EmDrive chamado Phil Wilson, sob o pseudônimo de “The Traveller”. O moderador do Nasa Spaceflight decidiu deletar o post, já que o artigo ainda não foi lançado, assim como os moderadores do Reddit. O artigo tem previsão de ser publicado pelo Instituto Americano de Aeronautica e Astronautica (AIAA) em dezembro.

Leia mais sobre o EmDrive no IBTimes UK
– EmDrive: Roger Shawyer está patenteando um novo design para a próxima geração de propulsão de supercondutores
– EmDrive exclusivo: Roger Shawyer confirma que a Mod e o DoD estão interessados na controversa tecnologia de propulsão espacial
– Como o EmDrive funciona: inventor da revolucionária propulsão espacial “Star Trek” revela tudo

No entanto, o site de ciência e tecnologia Next Big Future, decidiu criar um link para o artigo e publicar digramas dele, garantindo que seu conteúdo é agora irrevogável e de domínio público.

O IBTimes UK teve acesso ao esboço do artigo e a um vídeo de experimento do EmDrive em outubro, mas fizemos a decisão de não interferir com o processo de revisão cientifica do artigo, pois isso vai contra as boas praticas do jornalismo.

O artigo é excitante para fãs do EmDrive pois indica que a Nasa teve sucesso ao replicar o trabalho que o engenheiro e cientista Roger Shawyer fez em 2006 para produzir os propulsores de rotação e provar que o dispositivo controverso, de fato, obedece às Leis de movimento de Newton.

Os pesquisadores do Nasa Eaglework detalham no artigo que, usando light sales e propulsão de fóton micro-ondas, eles conseguiram produzir 3.33-6.67 micronewtons por kilowat de impulso, o que é duas ordens de grandeza a menos que os resultados de 2006 de Shawyer.

nasa-eagleworks-says-results-are-smoking-gun

(Legenda da foto: Uma apresentação de slides do Nasa Eaglewoks aponta que os resultados dos experimentos são a prova final)

Video mostrando o motor do Nasa Eagleworks em ação:

No vídeo acima: Veja que a recriação da Nasa para o experimento de 2006 de Roger Shawyer funcionou como o previsto) O cientista e engenheiro britânico Roger Shawyer testa o “Quantum Leap” tecnologia de propulsão espacial nesse vídeo de 2006)

O IBTimes Uk publicou um vídeo do experimento de Shawyer em 2014, que simulava uma espaçonave de 100kg no ar sendo movida em sentido anti horário por propulsão de micro-ondas. Acima está o vídeo do mesmo experimento, replicado no laboratório do Nasa Eaglework em 2015.

No experimento, o propulsor da Nasa alcançou 270 graus de rotação por 32 minutos antes da bateria acabar e então permitiu à mesa giratória rodar 12 voltas por mais 89 minutos.

“É tudo muito devagar mas muito convincente. Há vários trabalhos sérios acontecendo e eu espero ver muitas coisas excitantes sobre o EmDrive na mídia no futuro próximo”, disse Shawyer ao IBTimes Uk.

“É uma boa publicidade mas na verdade não é nada novo. Mas para as pessoas realmente céticas sobre o assunto, ver alguma coisa se mover é o mais importante. Quando Galileu foi posto em um tribunal pela igreja católica em 1633, ele disse sobre a Terra se movendo ao redor do Sol “Apesar de tudo, se move”.

Preocupações sobre a pesquisa da Nasa não ser publicada

Como o EmDrive funciona
O EmDrive é a invenção do cientista britânico Roger Shawyer, que propôs em 1999 que, baseado na teoria da relatividade, que eletricidade convertida em micro-ondas e acesa dentro de uma cavidade fechada de metal truncada em forma de cone, faz com que as partículas de micro-ondas exerçam maior força na superfície plana na parte mais larga do cone (i.e. há menos combinações de momentum das partículas na parte mais estreita (do cone) devido a redução da velocidade do grupo das partículas), gerando assim impulso.

Os críticos dizem que de acordo com a lei da conservação do momentum, essa teoria não poderia funcionar pois para um propulsor ganhar momentum em uma direção, um combustível precisa ser expelido na direção contraria e o EmDrive é um sistema fechado.

No entanto, Shawyer, que seguindo a física fundamental envolvendo a teoria da relatividade especial, afirma que o EmDrive de fato preserva a lei da conservação do momentum e energia.
Para uma explicação mais profunda sobre o EmDrive, veja O que é o EmDrive e por que deveríamos nos importar?

O artigo do Nasa Eaglework parece provar que o EmDrive funciona, no entanto, entusiastas do fórum Nasa Spaceflight acham que o artigo vazado pode não ser o mesmo que a AIAA irá publicar, e de fato, tem a ver mais com uma pesquisa de 2014 e 2015, a qual já é conhecida pelos entusiastas.

De sua parte, Wilson diz que escolheu liberar a informação no fórum Nasa Spaceflight porque não acredita que o AIAA pretende publicar o artigo.

Ele se preocupa que a Nasa pode, na verdade, em breve, decidir fechar o Laboratório Eaglework, que é considerado uma espécie de laboratório para experimentações fantásticas que investiga teorias marginais em física de propulsão avançada.

“Todo esse trabalho é financiado pelos contribuintes americanos e conduzido por um estabelecimento não militar do governo, então, nada do que é feito no Eaglework é classificado”, ele disse para o IBTimes Uk.

“Apesar disso, muitas pesquisas significantes sobre o EmDrive não viram a luz do dia e muitos ao redor do mundo fazem suposições incorretas sobre a não funcionalidade do EmDrive e o trabalho que o Eaglework alcançou.

“Eu preciso assegurar que essa informação veja a luz do dia e não seja escondida do público”.

Agradecimentos:

João Marcelo: Hospedagem

Tugunska: Legendagem

Pamylla Oliveira: Tradução

Fonte: IbTimes.co.uk

Assine ETs & ETc... é grátis
Seu nome
Seu e-mail *
 
 

anuncio canecas 2

etseetc_logo_horizontal2

.

.

.

Weslem
Links ETs & ETc...:
FacebookTwitterYouTubeGaleria Nave MãeCitações relevantesET-MEMES
ATENÇÃO PARA AS REGRAS DOS COMENTÁRIOS - Não serão permitidas ofensas e palavras de baixo calão ou "gracinhas" ofensivas ao tema ou as pessoas. Antes de criticar as postagens do Blog, leia nossa política. Você pode criticar as postagens à vontade, desde que seja com educação. Caso contrário, seu comentário não será publicado e havendo persistência, será banido dos comentários. Obrigado pela compreensão.
Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Terráqueo, comente com seu Facebook

One Response

  1. Luciano Figueiredo Esteves disse:

    Há dez anos atrás o simples teste em laboratório seria impossível de ser feito, agora está novidade sobre um tema considerado como mito por muitos céticos e vindo dos laboratórios da própria NASA, no momento que isto tornar-se oficialmente público e chegar ao acesso de todos os seres humanos será uma revolução de centenas de anos para nossa civilização.Carros voadores, energia elétrica grátis ou quase isso, fim da poluição fóssil, acesso a outros planetas do nosso sistema solar,etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1