amuleto3

Amuleto de 6000 anos de idade foi criado com tecnologia que ainda se usa na NASA

em novembro 18 | em Análises, Ciência, Mistério, Notícia | por | com No Comments

Compartilhe com seus amigos terráqueos

Um amuleto de 6 mil anos de idade foi identificado como o objeto metálico mais antigo conhecido até o momento, confeccionado com um molde de argila, a partir de uma figura de cera, segundo estudo que foi publicado na revista Nature.

amuleto

Cientistas do “Soleil nacional de sincrotrón francês” utilizaram uma técnica de fotoluminescência para estudar microestruturas, invisíveis para os microscópios convencionais, no amuleto encontrado em Mehrgarh (Paquistão). Para desentranhar os segredos da sua fabricação, os investigadores analisaram o espectro lumínico que refletia a peça metálica.

amuleto2

O amuleto é um dos muitos ornamentos descobertos no sítio arqueológico de Mehrgarh.

A partir desses dados, determinaram que a é composto por dois tipos de óxidos de cobre que sofreram dois processos de corrosão paralelos, que constitui o exemplo mais antigo que se tem da chamada “fundição de cera perdida”, um antigo processo para fazer objetos de metal idênticos a partir de um molde em cera.

Para obter esse molde, modelava-se primeiramente uma figura com cera de abelha, que se depois era envolta em argila. Ao introduzir o objeto em um forno, a cera do interior derretia e assim preenchiam a argila com metal fundido, que ao solidificar-se constituía uma réplica exata da figura inicial de cera. “Uma técnica que ainda é utilizada na atualidade no campo aeroespacial e de biomedicina para ligas de alto desempenho, a partir de aço e de titânio”, explicaram os investigadores no estudo publicado. (veja o estudo aqui)

mehragarh

Sítio arqueológico de Mehrgarh (Paquistão)

As análises no “Sincrotón francês” confirmam que o amuleto de Mehrgarh foi fabricado em uma só peça e demonstra que foi feito a partir de cobre fundido sobre um molde de argila. Durante esse processo, o cobre absorveu uma pequena quantidade de oxigênio, cujos rastros tem permitido os investigadores desvendar o processo.

A mesma técnica tem sido utilizada para criar numerosos componentes da Estação Espacial Internacional, da rover Curiosity, e dos já extintos ônibus espaciais. Também serviu para fabricar partes da nave Messenger que orbitou o planeta Mercúrio entre 2011 e 2015.

Fonte da notícia: Mystery Planet

Assine ETs & ETc... é grátis
Seu nome
Seu e-mail *
 
 

anuncio canecas 2

etseetc_logo_horizontal2

.

.

.

Weslem
Links ETs & ETc...:
FacebookTwitterYouTubeGaleria Nave MãeCitações relevantesET-MEMES
ATENÇÃO PARA AS REGRAS DOS COMENTÁRIOS - Não serão permitidas ofensas e palavras de baixo calão ou "gracinhas" ofensivas ao tema ou as pessoas. Antes de criticar as postagens do Blog, leia nossa política. Você pode criticar as postagens à vontade, desde que seja com educação. Caso contrário, seu comentário não será publicado e havendo persistência, será banido dos comentários. Obrigado pela compreensão.
Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Terráqueo, comente com seu Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1