escudo-magnetico-reentrada capa

Bolha magnética para Naves – Engenharia Reversa ???

em janeiro 12 | em Análises, Astronomia, Ciência, Mistério, Notícia | por | com No Comments

Compartilhe com seus amigos terráqueos

Será que a Engenharia Reversa, praticada pelo menos desde 1947 pelos Estados Unidos, a partir de discos voadores caídos, abatidos e/ou fornecidos por aliens, ganhou mais um capítulo?

Muito já se falou, se fotografou e se filmou sobre supostos campos magnéticos ao redor de OVNIs e muito se especulou sobre a função destes campos magnéticos.

Mais citações como esta em: http://www.etseetc.com/citacoes-relevantes/

É sempre bom lembrar o que disse o Coronel Corso sobre a Engenharia Reversa. Mais citações como esta em: http://www.etseetc.com/citacoes-relevantes/

Proteger a fuselagem das naves para viajar grandes distâncias, atravessar portais, anular nossa gravidade, mergulhar em oceanos, entrar em nossa atmosfera com segurança e até mesmo adentrar bases intraterrenas, seriam funções destes campos magnéticos gerados pelas naves alienígenas.

Durante muito tempo, céticos do fenômeno OVNI, alegaram que este suposto e alegado campo magnético ao redor de supostas naves alienígenas seriam pura ficção, puros devaneios, para não dizer “pura viagem na maionese” de ufólogos lunáticos, mas…

Agora surge a notícia que lerão abaixo:

Bolha magnética vai proteger naves na reentrada

Escudo magnético

Se ir ao espaço exige foguetes grandes e caros, voltar de lá coloca outros desafios, como sobreviver à reentrada na atmosfera.

Como defeitos no escudo de proteção térmica das naves foram responsáveis por um dos mais graves acidentes da NASA – a destruição do ônibus espacial Colúmbia – a agência espacial está apostando em novas tecnologias para vencer o atrito e o calor gerado na reentrada.

escudo-magnetico-reentrada-1

A nave arrastará consigo um “pedaço de atmosfera”, efetivamente criando um pára-quedas de gás ionizado. [Imagem: MSNW]

O novo conceito, chamado “escudo magnético para aerocaptura”, consiste em uma espécie de pára-quedas feito de plasma aprisionado por um campo magnético.

Enquanto a magnetosfera da Terra nos protege da radiação solar, os engenheiros acreditam que uma bolha semelhante criada em torno de uma nave irá criar arrasto, diminuindo a velocidade na reentrada e protegendo a nave do calor.

A NASA encomendou uma demonstração a duas empresas privadas, que deverão conduzir os testes ainda este ano.

Pára-quedas de plasma

A demonstração inicial será feita em um nanossatélite lançado a partir da Estação Espacial Internacional.

O pequeno satélite, do tamanho de uma caixa de sapatos, terá uma bobina de cobre que, alimentada por uma bateria de íons de lítio, irá gerar um campo magnético ao redor da sonda.

Continue lendo em Inovação Tecnológica

 

 

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Comentários no Facebook

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1