UFO NAVIO

EXCLUSIVO: “FUNCIONÁRIO DA MARINHA” COMPARTILHA RELATOS SECRETOS DE OVNIS / OSNIS (*QUARTA PARTE*)

em fevereiro 11 | em Ciência, Contato Imediato, Depoimentos, Mistério, Notícia, Séries | por | com No Comments

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

ATENÇÃO: Se você não leu as partes anteriores, clique abaixo:

Primeira Parte

Segunda Parte

Terceira Parte

.

Chegou até mim, anonimamente, relatos de um suposto funcionário da Marinha brasileira, o qual teria resolvido compartilhar com a sociedade, histórias de OVNIs/OSNIs alegadamente contidas em documentos oficiais classificados pela Marinha do Brasil. Segundo ele as informações estão em documentos oficiais e são altamente sigilosas.

.

ATENÇÃO: Fomos contatados anonimamente, portanto não podemos atestar a autenticidade das informações e nem tampouco conhecemos este informante. Cabe a você leitor analisar os fatos e acreditar ou não. Quem sabe um dia as informações não cheguem até nós de forma aberta e não seja necessário preocuparmos com a segurança de nossas vidas e de nossos familiares, por conta disso…

.

NOTA EXTREMAMENTE NECESSÁRIA: As informações contidas nos longos textos desta série não correspondem às ideias do autor deste blog, Weslem, e sim trata-se de informações e opiniões, verdadeiras ou não, de um suposto funcionário da Marinha que nos contatou anonimamente querendo dar seu depoimento. Confio no discernimento de cada leitor em interpretar, à sua maneira, todo o texto divulgado.

.

Segue quarta parte dos relatos:

 

CONTINUA… “Os objetos voadores NÃO IDENTIFICADOS são e continuam sendo, apesar de suas aparições, não identificados. Luzes, bolas luminosas, aparelhos voadores, discos, charutos, bolhas, seja que forma for, de onde eles estão vindo e para onde estão indo, o que realmente são ainda continua sem uma resposta conclusiva e definitiva. Pessoalmente ainda acho cedo rotular esses objetos como vindos de outros planetas, não que eu não acredite que possam vir de outros mundos habitados por inteligências iguais ou superiores a nós. Só acho que ainda não temos esta resposta.

.

Para mim os OVNI´s ainda continuam sendo o que são, i.e., objetos não identificados. Até que se identifiquem. Não é apenas uma opinião minha, mas de diversas pessoas com quem conversei nesses últimos anos dentro da Marinha, mesmo entre aqueles que tiveram avistamentos tão concretos que puderam filmá-los. Teorias todos temos, das mais diversas, entretanto, elas ainda continuam não passando de teorias para preencher lacunas onde não encontramos respostas que expliquem pelo menos uma boa parte dos avistamentos e a etimologia do fenômeno UFO. 
.
Isto não é ser cético, mas trabalhar com o que temos em mãos, sem estar com a mente fechada para as novidades. Que esses objetos são controlados por entidades inteligentes, isto é um fato inquestionável. Agora, quem são essas entidades, aí já não podemos afirmar sem sombra de dúvidas. Não estou com isso criando um muro em torno do assunto, porque, às vezes eu acredito que sejam seres de outros planetas, às vezes de outras dimensões e já me deparei com a teoria de que somos nós mesmos vindo do futuro, ou algum serviço militar estritamente sigiloso que trabalha há décadas em absoluto silêncio sem nem mesmo permitir que governos mundias o saibam. 
.
Não importa quem sejam, o que importa é que eles estão aí, em volta de nós, especificamente, evidentemente desde a Primeira Guerra Mundial. Desde então, a cada ano que passa não passe um dia sem que haja uma ocorrência dessas no mundo. Eu ouvi um piloto aposentado da antiga Varig dizer: Ou eles estão nos controlando ou estão nos observando. Nenhuma das duas ideias me deixa dormir em paz. Ele me contou já ter sido escoltado algumas vezes por esses objetos em suas viagens, uma vez impedindo até mesmo que pousasse no Rio de Janeiro e tivesse que dirigir sua aeronave até São Paulo, mesmo com pouco combustível. 
.
Um dos papéis que chegou em minhas mãos foi o relato de uma tripulação de um navio que estava em exercício no mar a 50 km do RJ. O sonar (que é de certa forma um tipo de radar submarino) começou a captar uma movimentação estranha a alguns metros abaixo, uma movimentação rápida e crescente, ou seja, se aproximava do navio, chegando a uma velocidade perto de mil km por hora, supostamente. A tripulação toda ficou de sobreaviso para a imininente aproximação, o que não ocorreu. Simplesmente o sonar perdeu o alvo e tudo ficou em “silêncio”. 
.
Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Toda a tripulação ficou em seus postos, em observação por toda extensão de água, até que ao longe um objeto enorme apareceu na superfície da água e ficou como boiando por uns instantes e depois elevou-se e ficou parado no ar. Segundo as testemunhas, o objeto era como um disco prateado, com uns 300 m de comprimento por 50 de altura, e o que recordo vivamente do relato é que perceberam que o objeto não havia se molhado, estava totalmente seco. Sem fazer barulho o objeto distanciou-se deles lentamente como se fosse levado pelo vento até de repente atingir uma velocidade absurda, partindo do ponto zero sem acelerar aos poucos,  mas já atingindo essa velocidade instantaneamente, e sumindo em segundos. Não houve qualquer barulho, nem de resistência do ar. 

.
Este acontecimento já deu o que falar na época entre os militares, tão grande alvoroço que teve que haver uma ameaça interna para que o assunto não mais fosse tocado nem mesmo em rodinhas. Os superiores tiveram que conter os ânimos dos mais novos. Este acontecimento se deu nos anos 80. Um controlador de radar de um porta-aviões, amigo meu há alguns anos, me disse uma vez que os encontra no ar e no mar, e que esses objetos só podem estar brincando de esconde-esconde. Um grande navio carregado de materiais químicos que vinha da Europa até o porto de Santos sofreu muito durante uma tempestade em alto mar, por conta do furacão Hugo que estava acontecendo. O navio estava sendo açoitado pelas ondas e temia-se a ejeção da carga em alto mar, o que seria um desastre ecológico de proporções catastróficas. 
.
No meio da segunda noite, os marinheiros começaram a ver luzes no meio daquela tormenta com faróis potentes que se projetavam sobre o navio todo, assustando os tripulantes. Isso ocorreu diversas vezes durante duas noites consecutivas. Por vezes os marinheiros soltaram sinalizadores, e a luz respondia com faróis mais potentes que iluminavam todo o navio. Segundo o relato eram dois objetos que iluminavam as nuvens e por vezes desciam até no meio das ondas, mas de maneira tão rápida que não conseguiam ver o que exatamente era. Desses objetos os feixes de luz culminavam sobre o navio durante alguns instantes e depois apagavam. Por fim chegaram sem prejuízo na costa brasileira e amedrontados pelos acontecimentos contaram a todos até que foram chamados para relatar oficialmente o caso.
.
Amigo Secreto, 10 de fevereiro de 2015″
.

Continua na quinta parte…

.

Assine ETs & ETc... é grátis
Seu nome
Seu e-mail *
 
 

anuncio canecas 2

etseetc_logo_horizontal2

.

.

.

Weslem
Links ETs & ETc...:
FacebookTwitterYouTubeGaleria Nave MãeCitações relevantesET-MEMES
ATENÇÃO PARA AS REGRAS DOS COMENTÁRIOS - Não serão permitidas ofensas e palavras de baixo calão ou "gracinhas" ofensivas ao tema ou as pessoas. Antes de criticar as postagens do Blog, leia nossa política. Você pode criticar as postagens à vontade, desde que seja com educação. Caso contrário, seu comentário não será publicado e havendo persistência, será banido dos comentários. Obrigado pela compreensão.
Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Terráqueo, comente com seu Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1