sistemakoi1

Sistema planetário da nossa galáxia sugere que a vida floresceu no universo bilhões de anos antes do que se pensava

em janeiro 4 | em Astronomia, Ciência, Mistério, Notícia | por | com 5 Comments

Compartilhe com seus amigos terráqueos

Na busca por vida lá fora, uma das questões-chave foi saber quando e como outros planetas se formaram; e se a Terra, em comparação, se originou numa fase precoce ou tardia. Agora os astrônomos acreditam ter descoberto um sistema planetário com mundos rochosos com a idade de 11.200 bilhões de anos, mais que o dobro da idade do nosso sistema solar.

A descoberta deste sistema extrassolar há 117 anos-luz de distância, na constelação de Lyra, foi feita pelo Dr. Tiago Campante, astrônomo da Universidade de Birmingham. Junto com sua equipe, o astrônomo estudou estrela chamada KOI-3158 (KOI é uma sigla para Kepler objeto de interesse ), detectada pelo Telescópio Espacial Kepler.

Há cerca de cinco planetas orbitando a estrela, e o sistema possui cerca de 11.200 milhões de anos. Em comparação, o nosso sol tem apenas 4.650 bilhões de anos. O sistema planetário é ultracompacto, seus planetas estão separados por apenas uma distância de 0,1 AU (1AU é a distância que separa a Terra do Sol), tornando-o o sistema planetário mais compacto conhecido.

sistemakoi2

Os astrônomos estimam a idade dos planetas com base em sua estrela, descobrindo a idade do cluster onde o anfitrião está. E já que a maioria dos mundos foram formados no início da vida deste sistema, é razoável supor que eles fizeram, ao mesmo tempo, mas há sempre uma pequena margem de erro. KOI-3158 é um sistema de planetas do tamanho da Terra formadas quando o Universo tinha menos de 20 por cento de sua idade atual, o que sugere que planetas como o nosso podem existir há muito tempo, e durante a maior parte da história da universo, deixando em aberto a possibilidade da existência de vida antiga na galáxia , disse o Dr. Campante.

O planeta mais interno desse sistema é do tamanho de Mercúrio, os três do meio são do tamanho de Marte e o do exterior é ligeiramente menor do que Vênus. No entanto, é pouco provável que eles abriguem vida, porque eles orbitam muito perto de suas estrelas hospedeiras, mais perto do que Mercúrio está da nossa. Embora KOI-3158 seja 25 por cento menor e 700 graus mais frio do que o nosso Sol, a distância é muito curta e as temperaturas muito altas para qua haja vida.

Pensa-se que a vida na Terra levou bilhões de anos para chegar ao seu estágio atual, o que leva alguns a acreditar que o amado planeta azul seja um dos primeiros de nossa galáxia a ter desenvolvido a vida complexa. Mas esta nova descoberta põe em causa grave a crença anterior, uma vez que outros planetas como o nosso, provavelmente, estejam lá fora, pelo dobro do tempo, sendo muito lógico pensar que a vida começou em outras partes da galáxia e talvez evoluiu, a partir de nosso jovem ponto de vista, de civilizações antiquíssimas.

Fonte: Mystery Planet

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Comentários no Facebook

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1