ilustração sabrina2

Da série: Fala Leitor

*Disco Voador em Lagoa Santa – MG

em setembro 30 | em Ciência, Contato Imediato, Depoimentos, Mistério, Notícia | por | com 1 Comment

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Mapa Lagoa Santa - MG

Lagoa Santa – MG

O relato a seguir não é de uma simples leitora, é de uma pessoa idônea, a qual eu conheço pessoalmente. É o depoimento de alguém que não tem porque inventar este tipo história, pelo contrário só teria a perder, pois sabemos que a maioria das pessoas não dão créditos à histórias de discos voadores e ainda fazem chacotas sobre o tema. Este é um relato de uma pessoa corajosa, que não se esconde e que pude olhar nos olhos e ver sinceridade e verdade estampadas neles.

 

Conhecendo sua história fiquei muito entusiasmado, empolgado e interessado em dividi-la com os amigos leitores deste blog. Pedi então, à minha amiga Sabrina Caixeta, que nos relatasse tudo que se lembrava daquele dia em que pode ver um disco voador de muito perto. Espero que curtam o depoimento e também espero encontrar, através desta postagem, outras pessoas que possam terem visto o mesmo fenômeno na região, naquele período ou em outro qualquer, e que queiram nos relatar.

Segue depoimento na íntegra:

 

Ilustração aproximada do ângulo de visão da testemunha Sabrina Caixeta

Ilustração aproximada do ângulo de visão da testemunha Sabrina Caixeta

“Oi Weslem,

Vamos lá!

Era um domingo à noite, do mês de julho, salvo engano do ano de 2007, em Lagoa Santa/MG. Eu e meu namorado estávamos sentados na varanda de frente à casa, que ficava no fundo de um lote grande em um dos condomínios de Lagoa Santa. De repente, meu namorado me chamou a atenção para uma luzinha branca que piscava parada no céu, lá na frente. Lembro dele dizer: aquilo não é avião não.Mas como era uma região em que se avistava aviões com muita frequência, em razão da proximidade com o aeroporto de Confins, nem levei a sério, inclusive porque não vi nada de estranho naquela luz que estava um pouco distante e poderia ser sim um avião, apesar de aparentar estar parada.

 

De toda forma, para entrar no clima de uma possível brincadeira do meu namorado, “dei corda” para o que ele falou e disse para a gente ir lá na rua ver melhor o que era. E assim fizemos. Já na rua do condomínio, de frente à casa, enquanto olhávamos para aquela luzinha piscando lá na frente, virei novamente para a direção da casa do meu namorado, quando vi, pairando por sobre as árvores da casa vizinha do lado, uma nave grande. Mostrei para meu namorado no mesmo instante e ele também viu. Quando eu ia começar a desesperar de medo (porque foi uma coisa muito estranha de se ver, afinal só havia visto coisas assim em filmes), a nave desapareceu.

 

Ela não desapareceu voando. Ela simplesmente estava lá e sumiu de repente. Foi muito rápido esse avistamento, cerca de 5 segundos no máximo. A nave era grande, o que deu para perceber pelo seu fundo, que foi o que vi, por causa da proximidade dela com o solo e das copas das árvores que tampavam algumas partes. O fundo dela era abobadado e cheio de luzes coloridas. Não fazia barulho.

 

A vizinha do lado estava com oito filhotinhos de cachorros, que latiam e uivavam intensamente. Voltamos para dentro da casa “meio bobos” com o que tínhamos visto e eu ainda estava com um pouco de medo. No outro dia, fomos tomar café da manhã na casa dessa vizinha do lado, que é nossa amiga. Antes de contarmos para ela sobre o avistamento, ela disse que os pedreiros que estavam trabalhando na reforma de sua casa estavam reclamando que estava dando choque no chão. Depois do café, eu e meu namorado saímos a pé no condomínio para pegarmos um ônibus para ir para BH. Vimos que tinha um carro da CEMIG na porta da casa da vizinha da esquina e comentamos com alguém que na casa da outra vizinha também estava com problemas, pois os pedreiros estavam reclamando que estava dando choque no chão.

 

Fomos para BH e quando voltamos o carro da CEMIG ainda estava no condomínio, dessa vez estacionado entre a casa da vizinha do lado e a outra casa (segunda casa ao lado da casa do meu namorado). Eles estavam mexendo no poste que fica entre essas duas casas, justamente as casas que ficavam abaixo de onde a nave apareceu. Ficamos sabendo naquela hora que a CEMIG tinha acabado de resolver o problema e que ele estava justamente naquele poste.

 

Depois disso, aconteceram algumas coisas estranhas que não sabemos se estão relacionadas. A vizinha do lado falou que a conta de água da casa dela veio absurdamente cara naquele mês e um relógio de mesa do meu namorado começou a rodar no sentido anti-horário e ficou assim por meses, porque não encontramos ninguém que conseguisse consertá-lo. Depois de muito tempo, ele voltou a rodar no sentido horário normalmente.

 

Essas são as coisas que me lembro Weslem. Liguei para o Daniel para ver se ele se lembrava do ano direitinho e ele disse que também achava que foi em 2007, mas assim como eu, não tem muita certeza sobre o ano, se 2007 ou 2008.

 

Quem sabe não encontramos pessoas que também viram naquele dia, né? Seria muito bom!

Abraços,

Sabrina”

Sabe de algo que tenha acontecido naquela região e naquele período??? Deixe-nos saber…

Quer contar sua história de OVNIs??? Escreva para etseetc@gmail.com

Obrigado a todos, especialmente à Sabrina Caixeta

 

Compartilhe com seus amigos terráqueos
Pin It

Comentários no Facebook

« »

Registro de Domínios e Hospedagem de Sites Hostmidia

Scroll to top
ChatClick here to chat!+
Newsletter Powered By : XYZScripts.com
UA-36226169-1